Segunda-feira, 28 de Setembro de 2009
Tantas incertezas e medos.

Os medos e incertezas não me largam. Sei que não devia estar assim, passaram já 4 meses que perdi a Matilde e tenho de esperar muito tempo para que o meu organismo recupere mas estes pensamentos não me largam.

Tenho incertezas sobre uma nova gravidez.... não sei se me apetece correr riscos e colocar em risco a vida de um futuro bébé que será prematuro. Tenho medo de fazer coisas erradas e que o meu útero não cicatrize. Tenho medo que o meu casamento saia afectado porque terei de passar muito tempo num hospital ou porque irei concentrar todas as atenções num novo filho... tenho um medo enorme que o amor que sintimos um pelo outro saia melindrado de tudo isto. Tenho medo que a minha princesa Matilde lá no lugar onde está não compreenda a minha vontade de ser novamente mãe. Tenho receio de rejeitar um novo bébé porque não consigo deixar de pensar na Matilde... tenho medo de fazer comparações. Tenho medo que depois de todas as perdas me torne numa mãe pocessiva.  

Tenho muito medo de não fazer a escolha certa.

Tenho muitos medos e incertezas no futuro.

 

Gostava de saber porque perdi uma filha. Gostava de saber porque apesar da enorme facilidade em engravidar não consigo ter um filho para dar colinho. Gostava de perceber qual a minha missão na Terra.

 

Sei que todos nós temos de fazer escolhas, de tomar decisões difíceis, de seguir os nossos sonhos. Sei que também aprendemos com os erros e que temos de arcar com as consequências das nossas escolhas. Sei que estou a ser parva ao ter estes pensamentos mas estou muito confusa.

 


tags:

publicado por nuvemm às 18:00
link do post | comentar | favorito
|

6 comentários:
De Martense a 28 de Setembro de 2009 às 22:55
Não não estás a ser parva Vanda.
Infelizmente o que nos aconteceu nos deixa assim...
Passou 11 meses e eu ainda tenho essas dúvidas, esses medos vêm é menos vezes.
Há dias que acordo em que o que mais quero é engravidar, só penso nisso, e digo para mim que vou ser capaz, há outros em que penso: não quero engravidar, não consigo, penso para quê arriscar passar por tudo outra vez... E vou oscilando entre eles...
Eu acho que para 4 meses até estás a lidar com tudo muito muito bem... e ainda bem que sim.
Eu estive mesmo à beirinha de uma depressão mas felizmente consegui fugir dela.
Esquecer é impossível mas é bom conseguirmos retomar as nossas vidas. Este é o primeiro mês que as lágrimas não me escorrem todos os dias. Mas também sei que foi o conseguir chorar, libertar, falar sobre a perda que me permitu não entrar em depressão.
Ainda é cedo para tomares decisões definitivas.
Retoma a tua vida dentro do possível, as tuas aulinhas, para teres menos tempo para pensares na gravidez e com o tempo aprende-se a viver com a dor e consegue-se tomar decisões mais conscientes.
A minha decisão mais díficil foi ter decidido que não tentava engravidar mais este ano, foi horrível, mas depois da decisão tomada fiquei mais calma sabes.
Para ano depois logo se vê.
Força amiga.


De mjm a 29 de Setembro de 2009 às 14:44
Amiguinha.....

Como compreendo tão bem o que falas! Claro que não és parva, Deus do Céu...passar pelo que passaste só quem fosse muito insensivel é que não teria todos esses"medos", "receios"...

Minha querida, eu também me sinto assim muitas vezes, também uns dias parece que estou cheia de coragem e acordo a dizer que quero continuar a Luta e quero voltar a engravidar e outros penso que já não vale a pena tentar, porque posso não conseguir cria-lo, ou porque pode voltar a correr mal e não quero perder mais nenhum bebé...

Sabes, eu penso que estes receios são comuns a todas as mamãs que perdem os seus tesouros, mas nunca penses que a Tua Matilde ficaria triste com isso. Nada disso, se tiveres outro filho, ele terá certamente um Anjo da Guarda que é a Matilde protegendo-o sempre do Céu!

Não te culpes, ás vezes também sinto isso mas com o passar do tempo começamos a ser mais conscientes de que nada esteve nas nossas mãos, que tudo fizemos para termos nos braços os nossos filhos amados, mas nem sempre acontece assim.

Acredita que nenhum outro filho substitui a tua Matilde, mas tal como as mães que têm vários filhos, também tu terás um amor imenso para cada um deles.

Se ainda não te sentes fisicamente e psicologicamente bem para receberes na tua barriguinha um novo bebé, deixa passar mais um tempo,(escuta também a opinião do médico) até para que os teus orgãos se recomponham e depois quando já te sentires melhor, não tenhas medo. Lembra-te que todas as mães que passam esta dor sentem o mesmo. Estou aqui deste lado para te dar muita FORÇA, minha querida amiga e para partilhar contigo se precisares as minhas perdas e a minha luta de quase 19 aninhos...

Força e tenta viver um dia de cada vez,

Um Xi Coração apertadinho amiga,


De PauLLa a 30 de Setembro de 2009 às 01:51
Oh minha linda
Esses porques que nos atormentam
Essas duvidas que nao nos saem do pensamento!!!!!
Minha linda segue o teu instinto e faz aquilo q o teu coraçao mandar!!!
De certeza q vais sair vitoriosa
uma beijoka mt gd


De v a 30 de Setembro de 2009 às 02:27
Sei perfeitamente o que estas a sentir. força, um dia ainda vais ter muitas datas que te deixem muito feliz e orgulhosa. bjs


De Activestresss a 30 de Setembro de 2009 às 11:19
Vanda,
4 meses não são nada!!! Posso te dizer que 4 meses depois de ter perdido a Mónica fui completamente abaixo... 1 ano depois também e 3 anos depois continuo a ter os meus momentos!

É normal pensares que estás a enlouquecer... o Medo faz isso!
O Medo trás também limitações e outros "ses" à nossa vida.

Vou pedir-te para olhares para mim (podia dizer para olhares para outras Mães, mas agora agora é para mim que eu quero que olhes)... Perdi a Mónica a 06/01/06, fiquei grávida do Vasco em Agosto/06, em Novembro desse ano tive a hipótese de ele ter Trissomias ou outro tipo de doença mais grave e em 24/Abril/07 ele nasceu às 39 semanas e meia SAUDÁVEL!

Todos os medos que sentes, também eu os senti... o medo de voltar a perder um bebé, do meu casamento terminar, de não voltar a ser a mesma pessoa, de achar que a Mónica se sentia traída pela vinda do Vasco, etc, etc, etc...
Tu já me viste, tu já viste o meu Vasco e tu já viste o quanto eu continuo a amar incondicionalmente a minha Mónica!
Deixei de ser 1... passámos a a ser 3!

Um conselho: NUNCA deixes que o teu medo te consuma, lembra-te sempre que AGORA tens um Anjo que te protege, um Anjo só teu, gerado por ti e que se chama Matilde. Agarra-te a ela e vais ver que os dias passaram a ter uma cor mais clara!

Tenta retomar a tua vda os poucos, não estejas à espera que tudo volte ao que era de repente... não esperes em ser a mesma pessoa porque de facto nunca mais vais ser... foste Mãe!!
Mas vais voltar a sorrir, a viver feliz... como eu e muitas mães.
Vais ter dias em que as saudades te vão atormentar, os "porquês" e os "ses" vão voltar mas com um espaçamento maior!

Sabes amiga... lembra-te SEMPRE disto: És Mãe de um Anjo, logo carregas esta responsabilidade para TODA a vida...
Cabe-te a ti decidires como queres gerir tudo isto... se queres dar a conhecer a Matilde como filha, como neta, como irmã, como um bebé... ou se queres lembra-la só para ti!

Quanto ao amor que tens pela Matilde... minha querida, se tiveres mais 5 filhos o amor não se divide, multiplica!
E NUNCA, mas NUNCA a matilde sentirá "passada para trás" com a vinda de um mano... aliás, ficará toda contente por vos ver a vocês, a familia que ela tanto ama e que protege, feliz!!!!

Entendidas????

Tens o meu tlm, não tens??? Quando quiseres liga para falarmos e para eu te dar na carola, ok????




De Anónimo a 2 de Outubro de 2009 às 18:55
Havia tanta coisa que gostava de te dizer... mas neste momento o que mais me apetece é enviar um abraço, muito, mas muito apertado.



Comentar post

.mais sobre mim
Daisypath Anniversary tickers
.posts recentes

. Petição

. O tempo que passa

. Cansada

. Amor

. Loucuras de adolescentes

. Ponto da situação

. Longe da Cibernáutica

. Passeio mágico

. ...............

. Depois de um dia mau vem ...

.arquivos

. Abril 2012

. Agosto 2011

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

.tags

. todas as tags

.As minhas pinturas
.Pessoal que aqui passa
Contador de visita
Usuários online
.pesquisar
 
blogs SAPO
.subscrever feeds